Videoteca
Um novo despertar
Hoje a Biocas vai falar-te do filme “Um Novo Despertar”, dirigido por Jodie Foster, EUA, 2011.

O filme


O filme “Um Novo Despertar” é um drama onde o protagonista, Walter Black, presidente de uma indústria de brinquedos, entra em depressão e  nenhum tratamento parece eficaz.
A doença afasta-o da esposa, Meredith, e dos seus dois filhos, acabando por sair de casa. Durante uma tentativa de suicídio, provocado pela depressão, Walter acaba por ser peculiarmente salvo por um fantoche de castor, que encontra no lixo. O castor será uma grande ajuda para Walter conseguir ultrapassar a fase de depressão. A partir desse momento, já com o castor, o protagonista assume uma nova identidade e passa a comunicar através do boneco. O castor permite que Walter volte à vida, no trabalho e junto da família, mas aos poucos ele passa a sofrer um conflito de identidades. O que parecia ser uma salvação, acaba por se tornar uma obsessão e a vida de Walter volta a entrar em conflito.


 
Os factos


A depressão é uma doença psiquiátrica que afeta inúmeras pessoas em diferentes fases da vida, caracteriza-se pelo sentimento de tristeza, perda de interesse por atividades habitualmente sentidas como agradáveis e perda de energia ou cansaço fácil.
É um dos distúrbios mentais mais frequentes, estima-se que 4 a 24 % da população mundial sofre de depressão, sendo mais comum nas mulheres do que nos homens. É importante que o diagnóstico e o tratamento sejam realizados de forma adequada, uma vez que, se não for tratada, pode conduzir ao suicídio, uma consequência frequente da doença.
A depressão pode ser episódica, recorrente ou crónica, conduzindo à diminuição substancial da capacidade do indivíduo em assegurar as suas responsabilidades do dia a dia. A doença pode durar desde alguns meses a alguns anos. Torna-se uma doença crónica, essencialmente, em situações em que não existe um tratamento adequado.
Existem diversos fatores que influenciam a predisposição de um indivíduo para desenvolver depressão, como a predisposição familiar (fatores hereditários), os efeitos secundários de alguns tratamentos, uma personalidade introvertida e acontecimentos emocionalmente desagradáveis. Diversos estudos detetaram a presença de alterações químicas no cérebro dos indivíduos com depressão, principalmente ao nível dos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e dopamina), substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. A dopamina é um neurotransmissor que atua em regiões do cérebro promovendo, entre outros efeitos, a sensação de prazer e motivação. Alterações nos seus níveis estão associadas a muitas desordens psíquicas, desempenhando um papel determinante na regulação e controlo do movimento, motivação e cognição.
Existem, essencialmente duas formas de tratamento que registam boas taxas de sucesso: a farmacológica (que requer acompanhamento psiquiátrico) e a intervenção psicoterapêutica de abordagem cognitivo-comportamental que consiste no acompanhamento terapêutico permitindo, o tratamento de outras desordens que possam existir e que são responsáveis pela depressão. No entanto, a escolha do tratamento depende do diagnóstico, da gravidade dos sintomas e das preferências do doente.


A Organização Mundial da Saúde resolveu criar, em parceria com o escritor e ilustrador Matthew Johnstone, um vídeo de animação que mostra de forma simples e direta o que é a depressão e, o mais importante, como é possível livrar-se dela.


Vídeo disponível no link: https://www.youtube.com/watch?v=dFKsN9J0hTM

Imprimir
« voltar
  2018 © Centro de Ciência Júnior . Política de Privacidade powered by ponto.C | webdesign by walk