Atualidades
2007  |  2008  |  2009  |  2010  |  2011  |  2012  |  2013  |  2014  |  2015  |  2016  |  2017  |  2018
Cancro do pulmão, diferenças genéticas entre pacientes jovens e mais velhos
2015.12.18
O cancro do pulmão de não-pequenas células (CPNPC) em doentes mais jovens é geneticamente e biologicamente distinto do CPNPC de pacientes mais velhos, o que poderá requerer uma abordagem de tratamento diferente, segundo os investigadores deste trabalho.
Detetar o risco de Artrite Reumatóide através de teste sanguíneo
2015.12.11
Investigadores do Instituto Kennedy de Reumatologia, da Universidade de Oxford, identificaram um marcador que pode determinar a probabilidade de sofrer de artrite reumatóide (AR), até cerca de dezasseis anos antes da doença se desenvolver.
Como despertam as células cancerígenas adormecidas do tecido ósseo?
2015.12.4
Cientistas australianos demonstraram que as células cancerígenas que se encontram no tecido ósseo em fase de dormência (em estado inativo) podem ser despertadas ou permanecer em dormência, dependendo das alterações no tecido ósseo que as circunda.
Células do fígado humano cultivadas em laboratório
2015.11.27

Um novo estudo, publicado na Revista Nature Biotecnology, descreve uma nova técnica para o cultivo de hepatócitos humanos em laboratório. Esta inovação pode ajudar a promover uma série de estudos e aplicações relacionadas com o fígado, permitindo estudar a toxicidade de fármacos, muito importante para o desenvolvimento do fígado bioartificial.
Cordas vocais funcionais cultivadas em laboratório
2015.11.20
Investigadores, da Universidade de Wisconsin-Madison, conseguiram cultivar em laboratório tecido das cordas vocais a partir de células humanas. O estudo é um passo importante para restaurar a voz de pessoas que perderam as suas cordas vocais em cirurgias, no tratamento do cancro ou outras lesões.
Enzima envolvida no comprimento dos telómeros
2015.11.13
Um novo estudo, publicado na revista Cell Reports, demonstra que a enzima quinase ATM é crucial para o comprimento dos telómeros. O estudo apresenta ainda um novo método que pode acelerar a descoberta de outras proteínas e processos que determinam o comprimento dos telómeros.
Nova via de regulação responsável pelo cancro da mama
2015.11.6
Investigadores, da Universidade de Boston, identificaram uma nova via de regulação que pode desempenhar um papel importante no subtipo do cancro da mama basal like (BLBC - basal-like breast cancer), uma forma particularmente agressiva de cancro da mama muitas vezes referida como cancro da mama triplo-negativo. Esta nova via pode servir como alvo para o desenvolvimento de uma terapêutica eficaz.
Descoberta uma nova classe de enzimas de reparação do ADN
2015.10.30
Um novo estudo publicado na revista Nature, relata a descoberta de uma enzima de reparação do ADN, a ADN glicosilase, pertencente à família de enzimas descobertas por Tomas Lindahl, que recebeu o Prémio Nobel da Química este ano, pelo estudo dos mecanismos de reparação do ADN.
Investigadores identificam um novo potencial alvo farmacológico para o tratamento da leucemia mielóide aguda
2015.10.23
Neste trabalho, foi descoberto um gene que está relacionado com os mecanismos de promoção celular nas células tumorais de leucemia mielóide aguda, revelando novos dados sobre os mecanismos moleculares por detrás da doença bem como um potencial alvo para o desenvolvimento de medicamentos.
Tratamento com células estaminais neuronais diminui danos causados por demência com corpos de Lewy
2015.10.16
De acordo com um estudo realizado, o transplante de células estaminais neuronais para locais danificados do cérebro de rato, melhorou consideravelmente os danos cognitivos e motores associadas a demência por corpos de Lewy (DCL).
Doença de Alzheimer - descoberto novo gene envolvido na acumulação das placas de Beta amiloide
2015.10.8
Uma equipa de investigadores de várias instituições, liderada por um investigador da Escola de Medicina da Universidade Indiana, identificou um novo gene relacionado com o sistema imunitário, denominado IL1RAP, associado à elevada taxa de acumulação de placas amiloides em, cérebros de doentes com Alzheimer e indivíduos idosos em risco de desenvolver a doença.
Fármaco promissor no tratamento da esclerose múltipla
2015.10.2
Um novo estudo demonstra que um fármaco experimental, originalmente identificado como terapia potencial para o cérebro e para as células cancerígenas basais, melhora os sintomas de ratinhos com esclerose múltipla (EM).
Neurónios responsáveis pela regulação da massa óssea
2015.9.25
Investigadores da Universidade de Yale desenvolveram um novo estudo que ajuda a esclarecer o papel de um conjunto de neurónios, que são responsáveis não só por controlar a fome e o apetite, mas também por regular a massa óssea.
Relação entre a mitocôndria e o sistema imunitário
2015.9.18
Investigadores do Scripps Research Institute descobriram uma nova função de uma enzima envolvida na morte celular. A enzima, denominada de RIPK3 (receptor-interacting protein kinase 3), transmite sinais entre a mitocôndria e o sistema imunitário.
Relação entre o microbioma intestinal e a dieta
2015.9.11
Investigadores da Chalmers University of Technology desenvolveram uma plataforma computacional que permite prever como é que pacientes diferentes respondem a uma alteração da dieta, através da análise da composição do microbioma intestinal.
Proteína envolvida no desenvolvimento do cancro
2015.9.4
Um novo estudo, publicado na revista Science, demonstra que a proteína Rab35, conhecida por desempenhar um papel importante no transporte de conteúdos moleculares de células normais, apresenta um papel ativo no crescimento de células cancerígenas.
VIH, manipulando o sistema imunitário
2015.8.28
As partículas virais não são causadoras de SIDA, o sistema imunitário adquire esse papel. O vírus transforma as células do sistema imunitário em máquinas autodestrutivas, usando-as para espalhar o vírus e causar a progressão para doença.
Regiões do cérebro envolvidas na indecisão
2015.8.22
Um novo estudo, desenvolvido por investigadores da Universidade de Zurique, revela que a intensidade de comunicação entre diferentes regiões do cérebro determina o estado de indecisão.
Terapia fotodinâmica para tratamento do cancro do ovário
2015.8.17
Um novo estudo, realizado na Universidade de Oregon, demonstrou um avanço significativo no uso da terapia fotodinâmica no tratamento do cancro do ovário. Através da combinação de algumas técnicas foi possível eliminar as células cancerígenas e evitar o seu reaparecimento.
Envelhecimento e alterações no sistema imunitário
2015.8.7
Um novo estudo, desenvolvido na Universidade da Florida, revela que a atrofia do timo pode provocar uma diminuição da capacidade de proteção do ADN contra os danos provocados pelos radicais livres. Os danos aceleram a disfunção metabólica no órgão, reduzindo progressivamente a produção de células do sistema imunitário, responsáveis pela proteção do organismo contra agentes patogénicos.
Recetores de glutamato e depressão
2015.7.31
Um novo estudo, realizado na Universidade de Chicago, demonstrou a existência de um elevado número de genes que regulam a atividade de um neurotransmissor, em tecido cerebral de mulheres com depressão. Esta poderá ser a causa responsável pelo aumento de suicídio entre as mulheres.
Tecido adiposo pode afetar a resposta ao stresse
2015.7.24
Investigadores, da Universidade da Florida, estudaram a interação entre o tecido adiposo e o cérebro, observando que a gordura corporal pode enviar sinais que afetam a forma como o cérebro lida com o stresse e com o metabolismo.
Descoberta pode ajudar a recuperar audição perdida
2015.7.22
Investigadores, da Universidade de Washington, identificaram duas moléculas de sinalização que são necessárias para o bom desenvolvimento de uma parte do ouvido interno, denominada de cóclea. O estudo contribui para a compreensão do desenvolvimento do ouvido interno, um passo importante na recuperação da audição perdida.
Tratamento de quimioterapia ativado pela luz
2015.7.16
Investigadores desenvolveram uma nova técnica que permite ativar os fármacos utilizados em quimioterapia em células específicas, recorrendo ao uso da luz. A nova técnica melhora a eficácia da terapia e evita efeitos secundários graves, podendo vir a ser utilizada para tratar vários tipos de cancro.
Telómeros associados à origem da fibrose pulmonar idiopática
2015.7.6
Uma equipa de investigadores descobriu que os telómeros, as estruturas que protegem os cromossomas, estão na origem da fibrose pulmonar. Este é o primeiro estudo a identificar as alterações nos telómeros como uma causa da doença. A descoberta abre novos caminhos para o desenvolvimento de novas terapias.
Emocional ou racional? Há diferenças no cérebro.
2015.6.19
Na Universidade de Monash, foi feito um estudo por um grupo de investigadores que afirmam ter observado diferenças na fisiologia dos cérebros de pessoas que respondem de forma mais emocional aos sentimentos dos outros, em comparação com aqueles que respondem de forma mais racional.
Novo método para a deteção precoce do cancro da mama
2015.6.12
Investigadores da Universidade de Freiburg desenvolveram uma nova abordagem para a deteção precoce do cancro da mama, a partir da quantificação de microRNAs em amostras de urina. Através do novo método foi possível determinar com precisão 91% dos casos, identificando os indivíduos como saudáveis ou doentes.
Nova estratégia pode evitar resistência aos antibióticos
2015.6.5
Um novo estudo, realizado por investigadores da Universidade de Tel Aviv, apresenta uma estratégia promissora para evitar a propagação da resistência das bactérias aos antibióticos, recorrendo a uma terapia com fagos. Através desta nova estratégia será possível eliminar as bactérias resistentes aos antibióticos, permanecendo as bactérias mais sensíveis.
Descoberto novo alvo no tratamento de melanoma resistente a fármacos
2015.6.2
Um estudo recente, publicado na revista Cell Reports, apresenta novos conhecimentos sobre as alterações moleculares que tornam as células cancerígenas do melanoma resistentes a um grupo de fármacos normalmente prescritos, denominados inibidores de BRAF.
Desenvolvido tratamento que bloqueia a evolução de esclerose múltipla
2015.5.22
Investigadores da Universidade de Montreal identificaram uma molécula denominada MCAM, envolvida na progressão da esclerose múltipla. Este estudo demonstra que o bloqueio desta molécula pode atrasar o aparecimento da doença e retardar a sua progressão de forma significativa.
Nova descoberta permite acelerar o tratamento do cancro
2015.5.8
Investigadores da Universidade de Copenhaga descobriram como estudar mais do que uma proteína em ação, enquanto estas reparam lesões no ADN. Esta descoberta permite acelerar o processo de desenvolvimento de, melhores e menos agressivos, tratamentos contra o cancro. Este estudo foi publicado na revista Science.
Terapia genética no tratamento de insuficiências cardíacas
2015.4.30
Um novo estudo, publicado na revista Nature Communications, demonstra que a terapia genética pode alterar com sucesso, o material genético ligado à insuficiência cardíaca, em células humanas.
Identificado gene em imunodeficiência comum variável
2015.4.24
Um grupo de investigadores identificou, através do maior estudo genético para a imunodeficiência comum variável, um gene que pode ser importante para a compreensão da doença. A descoberta pode oferecer novas oportunidades para o desenvolvimento de tratamentos mais eficazes.
Descoberta proteína que aumenta a resposta imunitária
2015.4.17
Investigadores do Imperial College London descobriram uma proteína que impulsiona a resposta imunitária contra células infetadas por vírus e células cancerígenas. A descoberta pode ser importante no desenvolvimento de novas formas de tratamento.
Descoberto o mecanismo responsável pela invasão tumoral no glioblastoma
2015.4.10
Uma equipa de investigação identificou o fator de transcrição Id4 como um supressor de invasão das células tumorais em glioblastoma. Esta descoberta sugere um novo alvo terapêutico, podendo ainda ser utilizado como um novo biomarcador para a análise da taxa de sobrevivência de pacientes com glioblastoma.
Gordura bege identificada em humanos
2015.4.2
Uma equipa de investigadores isolou, pela primeira vez, a denominada gordura bege em seres humanos adultos, conhecida por ser capaz de converter o tecido adiposo branco em tecido adiposo castanho. A descoberta é um avanço importante no desenvolvimento de novos fármacos contra a obesidade.
Identificado importante alvo terapêutico no tratamento de meduloblastoma
2015.3.27
Um estudo recente revela a identificação de uma proteína fundamental no desenvolvimento normal do cérebro, mas também no desenvolvimento de meduloblastoma, isto é, um rápido crescimento tumoral que ocorre geralmente em crianças com idades inferiores a 10 anos.

Técnica de microscopia revela pormenores da síntese proteica
2015.3.20
Investigadores da Universidade Yeshiva (Nova Iorque) desenvolveram uma nova técnica de microscopia de fluorescência que demonstra, pela primeira vez, onde e quando ocorre a síntese de proteínas, permitindo observar diretamente como é que moléculas de RNA mensageiro (mRNA) são traduzidas em proteínas em células vivas.
Descoberto gene associado a epilepsia infantil
2015.3.13
Um estudo recente, publicado na revista Nature Genetics, revela que alguns tipos de epilepsia infantil são causados por mutações no gene KCNA2 responsável pela formação dos canais de potássio KCNA2, o que altera o equilíbrio elétrico nas células nervosas e pode originar um fluxo de potássio muito reduzido ou com um aumento muito significativo.
Descoberta proteína com papel central na insuficiência cardíaca
2015.3.6
Um estudo recente revela a existência de uma proteína muito importante no complexo molecular subjacente a uma insuficiência cardíaca. Neste estudo foi determinado que a proteína RBFox2 desempenha um papel fundamental no processo de progressão de uma situação de insuficiência cardíaca, desde o enfraquecimento inicial.
Novo péptido para o tratamento da doença de Parkinson
2015.2.27
Investigadores do Reino Unido desenvolveram um péptido que inibe a proteína α-sinucleína de formar fibrilas tóxicas, responsáveis pela degeneração das células neuronais na doença de Parkinson. O estudo poderá ser importante para o desenvolvimento de um novo fármaco para o tratamento desta doença neurodegenerativa.
Hidrogel no transporte de fármacos
2015.2.20
Investigadores do Instituto de Massachusetts desenvolveram um novo tipo de hidrogel, que pode ser injetado através de uma seringa e utilizado para transportar fármacos para sítios específicos, ajustando a sua libertação ao longo de um período de tempo definido.
Paralisia cerebral e alterações genéticas
2015.2.13
Investigadores internacionais demonstraram, através de um estudo que demorou 20 anos, que a paralisia cerebral é provocada por alterações genéticas em pelo menos 14% dos casos, e não apenas em 2% como se admitia até ao momento.
Nova abordagem para o tratamento do cancro
2015.2.6
Investigadores da Universidade da Carolina do Norte e da Universidade de Duke desenvolveram uma nova forma de direcionar os fármacos para as células cancerígenas, permitindo combater o cancro de forma mais eficaz. Esta descoberta pode originar novas formas de tratamento para os doentes com cancro.
Encontrada proteína envolvida em processo de metastização pulmonar
2015.1.30
Um estudo recente revela que a proteína beta-arrestina-1, induzida pela nicotina, estimula células cancerígenas no pulmão a invadir tecidos vizinhos – metastização. Os resultados sugerem que o bloqueio da proteína beta-arrestina-1 pode ser uma estratégia terapêutica eficaz para evitar processos de metastização.
Via de sinalização na degeneração de axónios
2015.1.23
Investigadores da Universidade Rockefeller identificaram novos e importantes mecanismos moleculares sobre a via que controla a degeneração dos axónios após uma lesão. Esta via está relacionada com várias doenças neurodegenerativas e as novas descobertas fornecem importantes conhecimentos para novos alvos terapêuticos que, retardem ou evitem o desenvolvimento destas patologias.

Proteína supressora de tumor com papel importante no sistema imunitário
2015.1.16
Um estudo recente, publicado na revista Nature Immunology, revela que a proteína supressora de tumor PTEN apresenta um papel importante na prevenção de doenças autoimunes e outros problemas ao nível do sistema imunitário.
Estrutura e mecanismo de enzima, na via metabólica relacionada com doenças neurológicas
2015.1.12
Um estudo recente, publicado na revista Nature Communications, revela a descoberta de uma nova reação que envolve a atividade de uma enzima específica numa via metabólica ao nível do sistema nervoso, o que pode permitir o desenvolvimento de novos fármacos para o tratamento de doenças psiquiátricas e neurodegenerativas.
  2018 © Centro de Ciência Júnior . Política de Privacidade powered by ponto.C | webdesign by walk